Top 10 momentos na História da Copa da Inglaterra

Neste fim de semana, Tottenham enfrenta Manchester City na quarta rodada da Copa da Inglaterra. Os atuais campeões da Copa, City, estão buscando reter o título e lutar por uma possível conquista de dois títulos consecutivos – já que são favoritos para vencer tanto a Premier League quanto a Liga dos Campeões.

 

Apesar disso, seus adversários não são de se desprezar, pois enfrentam um Tottenham que tem causado problemas para Pep Guardiola nos últimos tempos.

 

Esse confronto em particular sempre traz uma boa dose de drama e, antes do próximo jogo, vamos dar uma olhada em 10 momentos que se destacaram na história da Copa da Inglaterra ao longo dos anos.

 

1953 – A Final de Matthews

Nos anais da história do futebol, o confronto de 1953 entre Blackpool e Bolton permanece como um jogo lendário. Era uma época em que não havia o glamour das finais modernas, mas esses clubes de Lancashire entregaram um espetáculo memorável.

 

O Blackpool saiu vitorioso (4-3) nesse jogo emocionante, mas foi Stanley Matthews, apesar do hat-trick de Stan Mortensen pelo Blackpool, que roubou a cena com uma atuação deslumbrante, dando ao jogo o apelido de ‘A Final de Matthews’.

 

1956 – A Proeza Corajosa de Bert Trautmann

A jornada de Bert Trautmann de soldado alemão na Segunda Guerra Mundial a goleiro heróico do Manchester City é algo extraordinário. Após a guerra, sua habilidade como goleiro foi descoberta quando ele era prisioneiro de guerra.

 

Apesar da controvérsia inicial, ele brilhou no City por 15 anos. Seu momento mais marcante veio na final da Copa da Inglaterra de 1956 contra o Birmingham, onde, após uma brutal colisão, ele conseguiu jogar com o pescoço quebrado e levou o City a uma vitória por 3-1.

Ler:  A crise do Chelsea: como os londrinos vão lidar após do Abramovich

 

1981 – O Gol Icônico de Ricky Villa

A final da Copa da Inglaterra de 1981 entre Tottenham Hotspur e City foi um jogo emocionante que acabou em empate de 1-1 e precisou de um replay. Na revanche, Ricky Villa, dos Spurs, marcou um dos gols mais celebrados na história da final da Copa.

Sua impressionante jogada individual, driblando vários defensores do City antes de marcar, está registrada nos anais da história do futebol.

 

1988 – O Milagre do Wimbledon

Em um dos maiores feitos da Copa da Inglaterra, o Wimbledon, um time com uma história breve na liga, triunfou sobre o experiente campeão Liverpool.

 

O gol de Lawrie Sanchez e a defesa crucial de pênalti de Dave Beasant garantiram uma vitória histórica por 1-0 para os azarões, cimentando o jogo no folclore do futebol.

 

1996 – A Declaração de Moda ‘Giorgio Armani’ do Liverpool

Antes da final de 1996 contra o Manchester United, os jogadores do Liverpool chamaram a atenção com a escolha de ternos creme da Giorgio Armani, o que lhes rendeu o apelido de ‘Spice Boys’.

 

Essa escolha ousada de moda foi recebida com ceticismo, criticada pelo lendário Alex Ferguson, do United, e seguida por uma derrota discreta por 1-0 para o United.

1997 – O Gol Relâmpago de Roberto Di Matteo

O Chelsea, após 26 anos sem conquistar troféus, enfrentou o Middlesbrough na final de 1997. O eletrizante gol de Roberto Di Matteo logo aos 42 segundos definiu o tom para a vitória do Chelsea, marcando o gol mais rápido da história da final da Copa até 2009.

 

2002 – O Gol Inesquecível de Ray Parlour

Os apresentadores de TV Bradley Walsh e Tim Lovejoy, representando os Gunners e os Blues, respectivamente, sentaram lado a lado na cabine de comentários dando suas opiniões.

Ler:  O que o novo técnico do Tottenham, Ange Postecoglou, deve fazer?

Com 20 minutos restantes no relógio e as equipes empatadas em 0-0, Ray Parlour pegou a bola pelo Arsenal e partiu em direção ao gol.

 

Lovejoy, confiante de que o ex-meio-campista da Inglaterra não representava perigo, soltou a frase imortal “é apenas o Ray Parlour” segundos antes de o jogador do Arsenal chutar com um sensacional chute de longa distância no canto superior.

O Arsenal acabou vencendo por 2-0.

2006 – As Proezas de Steven Gerrard

A final de 2006 do Liverpool contra o West Ham mostrou o espírito indomável de Steven Gerrard.

Encarando um déficit, os esforços notáveis de Gerrard, incluindo um gol de empate no último minuto, levaram a uma vitória nos pênaltis para o Liverpool.

 

2013 – As Proezas de Última Hora de Ben Watson

O Wigan Athletic, à beira do rebaixamento, enfrentou o dominante Manchester City na final de 2013.

 

O gol de cabeça nos acréscimos de Ben Watson assegurou uma improvável vitória por 1-0 para o Wigan, tornando-os a primeira equipe a vencer a Copa da Inglaterra e enfrentar o rebaixamento na mesma temporada.

 

2016 – A Dança Infame de Alan Pardew

Na final de 2016, a breve liderança do Crystal Palace sobre o Manchester United foi ofuscada pela dança festiva do técnico Alan Pardew, um momento de alegria que se tornou agridoce com a derrota final do Palace por 2-1.

 

O então técnico das Águias foi flagrado comemorando antes de começar a dançar, algo que nos faz lembrar aquele tio bêbado em um casamento.

Um momento de infâmia que gerou gifs e paródias em toda a internet.

 

Share.

Leave A Reply