O gato está fora do saco. Bukayo Saka é um jogador de classe mundial. O homem do Arsenal tem sido o melhor jogador de um time do Arsenal que ousa fazer algo verdadeiramente especial. Seu gol sublime pela Inglaterra contra a Ucrânia nas eliminatórias da EURO fez com que todos gritassem seu nome. A nível de clube, ele também está recebendo os elogios merecidos.

Os Gunners estão atualmente com cinco pontos de vantagem no topo da tabela da Premier League e estão em uma disputa acirrada pelo título com o Manchester City. Se conseguir vencer nesta temporada, será o primeiro título da Liga desde a temporada 2003/2004. Para contextualizar, Bukayo Saka, nascido em 2001, tinha apenas três anos quando o Arsenal conquistou um título da Liga pela última vez. É seguro dizer que ele pode não ter memória desse triunfo em particular.

A maior parte do tempo de Saka como torcedor dos Gunners teria sido preenchida com anos de seca de troféus, quarta colocação e o ocasional triunfo da FA Cup e agora como um jovem com as cores do Arsenal nas costas, ele está prestes a fazer parte do time. ele ama tanto os reis da Inglaterra novamente. Sem mencionar que ele próprio é um vencedor da FA Cup.

Unai Emery deu a Bukayo Saka sua estreia profissional logo após seu 17º aniversário no início de 2018/19, embora não tenha começado a jogar de forma consistente até 2019/20. Saka, um produto jovem do Arsenal que foi criado e originalmente estreou como ala, conquistou a confiança de Mikel Arteta depois de substituir a lateral-esquerda após uma série de lesões.

Desde então, ele não apenas avançou para sua posição preferida como meia-atacante, mas também se tornou uma das personalidades mais influentes do Arsenal. Saka demonstra a tenacidade necessária para se tornar um jogador de destaque desde cedo.

Ler:  Jogos marcantes na história da Premier League inglesa: uma visão geral abrangente

Sua primeira temporada completa como artilheiro foi passada jogando em uma variedade de posições, desde lateral esquerdo em um zagueiro até lateral em um sistema de três zagueiros para ala esquerdo ou ala direito em um sistema 4-2-3-1. Para alguém que tinha apenas 18 anos sendo transferido de posição para posição tão cedo em sua carreira, poderia ter sido demais, mas Saka se destacou. Terminou a época com 15 golos marcados em 38 jogos e era óbvio que era um talento especial.

“Ele está aprendendo que você é capaz de se adaptar e que pode se sacrificar pelo time, e [você aprende que] não usa desculpas. Se você se emocionar, diga ‘OK, agora se eu não jogar bem, tenho a desculpa certa porque esta não é a minha posição’. É o oposto completo, tentar aprender, tentar pegar as coisas imediatamente e tentar ser mais produtivo para a equipe, e acho que ele [Saka] fez isso muito, muito bem.” Esses foram os elogios feitos a Saka por Mikel Arteta na época.

Ele começou sua segunda temporada, desta vez jogando mais para frente com mais frequência. Foi nesta temporada que ele se consolidou como um dos jogadores importantes de sua equipe.

Chegou o verão de 2021 e aconteceu o revés que foi o pênalti perdido na Euro 2022.

Foi um momento que ameaçou destruir a confiança de alguém tão talentoso e muitos se perguntavam como ele se sairia na nova temporada. Como se viu, ele estava bem.

A temporada 2021/2022 foi o ano em que Saka colocou o mundo inteiro em alerta. Com 11 gols e sete assistências em seu nome, Saka fez uma ótima temporada e suas atuações levaram os Gunners à 5ª colocação na Liga após terminarem em 8º por dois anos consecutivos.

Seu brilhante trabalho naquela temporada o levou a receber uma indicação ao troféu Kopa como um dos 10 melhores jogadores jovens do futebol. Ele terminou em oitavo na classificação final.

Ler:  Prémios da Jornada

Nesta temporada, Saka ascendeu a um nível ainda mais alto e seu crescimento afetou, sem surpresa, a forma geral de todo o clube. Atualmente, existem poucos jogadores que jogam em sua posição melhor do que ele no momento e ele está atuando em um nível que antes só poderia ser chamado de elite.

Ele foi para a Copa do Mundo com a Inglaterra e foi o melhor jogador do time, marcando três gols e atuando com muita consistência ao longo da campanha da Inglaterra.

Até agora na Premier League nesta temporada, Saka marcou 12 gols e deu mais 10 assistências em 28 jogos disputados. Ele já superou o recorde da temporada passada com 10 jogos restantes.

No processo de fazer isso, Saka se tornou apenas o quinto jogador nas cinco principais ligas da Europa a ter uma média de dois dígitos para gols e assistências nesta campanha. Ser mencionado na mesma categoria que Lionel Messi e Neymar é um grande feito.

Saka também quebrou o recorde de se tornar o jogador mais jovem do Arsenal a ter uma temporada dupla e foi o primeiro desde Alexis Sanchez em 16/17 a fazê-lo pelos Gunners.

Então, o que torna Saka tão bom?

Por que o jovem de 21 anos é um dos maiores talentos do futebol mundial hoje?

Como mencionado anteriormente, Saka é um jogador muito versátil que pode jogar em qualquer um dos flancos e tem histórico de jogar tanto na lateral esquerda quanto na lateral esquerda.

O internacional inglês é um jogador versátil não só nas posições que pode jogar, mas também nos espaços que pode ocupar em campo. A equipa do Arsenal de Mikel Arteta é fundamentalmente baseada na consciência táctica e na capacidade de assumir as posições certas no momento certo. Saka é capaz de operar tanto em espaços amplos quanto em espaços intermediários, dependendo da situação em questão.

Ler:  O que esperar do Luton Town na Premier League

Como sugere a linha de estatísticas de Saka nesta temporada, ele é capaz de marcar para si mesmo, bem como criar chances para os outros por causa de seu conjunto de habilidades.

Ele é capaz de operar ao lado porque pode enfrentar seu homem um a um com truques como seus passos ou seu ritmo bruto e chegar à linha de fundo para cruzar, cortar para dentro com o pé esquerdo para chutar ou combinar com Ben White ou Martin Odegaard .

Sua capacidade de receber a bola, virar e driblar dentro e fora de espaços apertados com grande equilíbrio, controle próximo e força sustentam sua capacidade de operar nas entrelinhas. Ele também é capaz de jogar um a dois com seus companheiros de equipe nessas áreas e pode sair de situações problemáticas.

Seu ritmo, capacidade de carregar a bola e excelente tomada de decisão significam que ele também é uma ameaça na transição. Saka pode ligar os pós-combustores e vencer seu homem em ritmo em espaço aberto e tem a compostura para concluir as ações em velocidade máxima. Ele é uma máquina ofensiva verdadeiramente completa, sem fraquezas em seu jogo.

Dá medo pensar que ele só completará 22 anos ainda este ano e já é um dos melhores jogadores do planeta. Esta temporada já é inesquecível para o inglês, mas está longe de terminar. Se ele mantiver sua forma e seu time continuar jogando da maneira que tem feito, ele será o campeão da Premier League.

No momento, não há como dizer qual será o teto de Saka, pois o menino ainda está melhorando com a idade e a experiência. Com as peças ao seu redor também funcionando perfeitamente, quem sabe o quanto esse homem pode alcançar com a camisa do Arsenal e além.

Share.
Leave A Reply