Prévia de Nottingham Forest vs Brighton

Nottingham Forest pode ter passado a pausa internacional trabalhando na defesa de jogadas ensaiadas, depois que ela os decepcionou novamente, permitindo que perdessem uma vantagem de 2-1 e fossem derrotados por 3-2 fora de casa para o West Ham antes da pausa internacional. Nenhuma equipe havia sofrido mais gols de jogadas ensaiadas do que o Forest, com sete até o momento, deixando-os em posição precária, na 14ª colocação após 12 rodadas.

 

O Forest voltará ao City Ground buscando subir na tabela, e não há lugar melhor para fazer isso do que diante de seus próprios torcedores, que ainda não viram a equipe perder nesta temporada da Premier League (PL) (V2, E3). Na verdade, os Reds estão invictos há oito partidas em casa na liga (V5, E3), incluindo o fim da temporada passada, uma sequência que começou com uma vitória por 3-1 contra os próximos adversários, o Brighton and Hove Albion.

 

Essa derrota por 3-1 piorou ainda mais o histórico do Brighton contra o Forest na competição de alto nível, em que eles agora não venceram nenhum dos últimos oito confrontos (E2, D6). Os Seagulls, portanto, irão ao City Ground com sua vantagem de seis pontos à frente do Forest em risco de diminuição, especialmente porque eles mesmos estão em má forma, tendo conquistado apenas quatro pontos em seus últimos seis jogos na PL (E4, D2).

 

Tudo pode depender de como Roberto De Zerbi monta sua defesa, considerando que sua equipe possui a maior sequência ativa de jogos consecutivos marcando gols na liga, tendo marcado em 28 partidas seguidas. Porém, essa ofensiva expansiva tem custado caro, já que eles não conseguiram manter um jogo sem sofrer gols em seus últimos 16 jogos na liga. Nesse sentido, caso ambos os times marquem novamente, o Brighton estabelecerá um novo recorde de partidas consecutivas na PL em que ambos os times marcaram, com 17!

Ler:  Man City VS Newcastle: A queda dos Magpies continua, Cidade mantém pressão sobre o Arsenal

 

Jogadores para ficar de olho

Taiwo Awoniyi costuma fazer seu melhor trabalho no início do jogo, com todos, exceto dois, de seus últimos 11 gols pelo Forest sendo marcados antes do intervalo.

 

 

Isso contrasta fortemente com o número nove adversário João Pedro, que marcou cinco dos últimos sete gols pelo clube no segundo tempo.

 

Dado interessante

O Brighton ficou empatado no intervalo apenas uma vez nesta temporada, o que foi uma das marcas mais baixas entre as cinco principais ligas europeias tradicionais durante a pausa internacional.

 

Share.

Leave A Reply